Abertura dos jogos paralímpicos de Tóquio foi incrível! Veja os melhores momentos e as primeiras medalhas

A abertura dos jogos paralímpicos de Tóquio não contou com a mesma audiência que a abertura dos jogos Olímpicos. Mas, não foi por isso que os japoneses não investiram em fazer uma ótima abertura.

Na verdade, ela foi muito linda e emocionante!

Separamos aqui alguns desses momentos para que você consiga ver como o Japão se superou nessa abertura e fez algo incrível.

Aeronaves na abertura dos jogos paralímpicos de Tóquio

Outro ponto que marcou o mundo, com certeza, foi a arte utilizada nessa abertura dos jogos paralímpicos de Tóquio. Uma das principais figuras utilizadas foi a de uma aeronave que era feita por pessoas Cada uma delas possuía uma deficiência e interpretava uma parte dessa aeronave.

Aos poucos esse avião foi crescendo e se tornando uma imagem enorme na apresentação.

Execução do hino japonês

O hino japonês foi executado por Hirari Sato. Ela nasceu com problemas de visão . Aos 12 anos ela já havia sido premiada em uma competição nos EUA.

Além de cantora é compositora e segue seus estudos de música para se aprimorar ainda mais.

O desfile dos atletas

O desfile dos atletas contou com o tema de ventos de mudança. Os atletas desfilarem é uma ação que eles mesmos exigiam para não serem mais tratados como exemplos de superação, e sim como atletas.

Não se trata somente de superação por conta das deficiências, mas da superação enquanto atletas que querem superar suas marcas. Eles precisam ser tratados como atletas, e não como pessoas restritas a suas deficiências.

A bandeira do Afeganistão foi carregada por um voluntário

Por conta da situação em que vive o Afeganistão, muitos atletas não conseguiram chegar no Japão por não haver vôos. Assim, um voluntário andou com a bandeira do país para que houvesse a bandeira na abertura dos jogos paralímpicos.


Leia também:


Entrada da delegação brasileira

Os atletas responsáveis por realizar o desfile foram Petrucio Ferreira do atletismo e Evelyn Oliveira da bocha. Ambos foram campeões na última edição dos jogos Paralímpicos. Assim como nos jogos Olímpicos, o Brasil não deixou todos os atletas desfilarem enquanto uma medida de proteção contra a contaminação pelo coronavírus.

Entretanto, a alegria dos atletas era perceptível e foi muito emocionante.

Pira Olímpica emociona na abertura dos jogos paralímpicos de Tóquio

Outro momento muito aguardado na abertura dos jogos paralímpicos de Tóquio, com certeza, foi a hora de acender a pira olímpica. E isso aconteceu com a participação de três atletas. Para acessarem a pira, utilizaram uma rampa que é um símbolo de acessibilidade em suas cadeiras de rodas.

A primeira medalha para o Brasil

Além disso, nesses primeiros dias dos jogos Paralímpicos de Tóquio, já podemos destacar as primeiras medalhas para o Brasil. Sendo que a primeira medalha de ouro aconteceu na natação com o atleta Gabriel Bandeira nos 100 metros borboleta.

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link