Lendas urbanas japonesas assustadoras baseadas em fatos reais

Lendas urbanas japonesas são contadas tradicionalmente no verão. Acredita-se que por elas causar sustos, acaba-se espantando o calor. 

Conheça algumas dessas lendas assustadoras e veja se elas realmente causam calafrios.

1. Lendas urbanas japonesas: Túnel Inunaki

O verdadeiro mistério da Vila Inunaki é se ela existiu ou não. No entanto, rumores sobre isso persistiram no Japão e online desde a década de 1990. Supostamente localizada nas profundezas da zona rural de Inunaki da província de Fukuoka, em Kyushu, diz-se que esta aldeia abandonada só é acessível através do Túnel Inunaki.

As histórias dizem que todos os que entram na aldeia estão condenados a uma morte violenta. Esses mitos e contos também parecem mencionar que há algum tipo de sinal “oficial” afirmando que todos os que entram estão por conta própria para enfrentar os horrores reais ou sobrenaturais que o aguardam.

Os contos, no entanto, provavelmente foram inspirados por um assassinato brutal que realmente ocorreu no Túnel Inunaki. O túnel, sendo remoto e raramente usado pelo tráfego, era um local popular para gangues. Uma tarde, em dezembro de 1988, um grupo de adolescentes sequestrou, roubou e torturou Umeyama Kouichi, de 20 anos, antes de queimar o jovem vivo no fundo do túnel.

Hoje, o Inunaki Tunnel, ou “túnel de cachorro uivante” em japonês, é considerado um dos lugares mais assombrados do Japão. Grandes tijolos de concreto bloqueiam sua entrada (embora os aventureiros consigam entrar, independentemente). Os moradores locais dizem que dispositivos eletrônicos e até mesmo seus carros geralmente quebram ao redor do túnel, e os sons de cães latindo e gritos medonhos emanam do fundo do túnel.


Leia também:


2. Lendas urbanas japonesas: a boneca que cultiva cabelo humano

Esta história diz que em 1918, em Hokkaido, Eikichi Suzuki comprou para sua irmã mais nova, Kikuko, uma boneca tradicional japonesa.

Infelizmente, Kikuko morreu de um resfriado, e a família manteve a boneca em um santuário para sua filha e a chamou de Okiku. No entanto, a família notou algo estranho na boneca ao longo do tempo — seu cabelo estava ficando mais longo.

A família acreditava que a boneca possuía o espírito inquieto de sua filha falecida e, portanto, cuidou dela até confiar-lhe aos cuidados do Templo Mannen-ji. Lá a boneca permanece, crescendo lentamente o cabelo humano.

Você pode visitar Okiku, mas a fotografia não é permitida. Hoje, mesmo depois de algumas guarnições dos sacerdotes do templo, o cabelo da boneca passou dos joelhos. Também supostamente aumentou seu terror. Os sacerdotes afirmam ter pesadelos com Okiku e os visitantes dizem que a boca da boneca está se abrindo lentamente — e brotando dentes de leite.

3. Lendas urbanas japonesas: a loira do banheiro nipônica

O Japão também tem sua própria lenda urbana loira do banheiro. A Toire no Hanako-san, ou Hanako do banheiro, é um espírito convocado muito parecido com seus homólogos ocidentais. Se os corajosos (ou estúpidos) entrarem em um banheiro no terceiro andar, baterem na terceira barraca três vezes e perguntarem: “Hanako, soko ni imasu ka,” (“Hanako, você está lá?”), você pode obter uma resposta.

A porta lentamente se abrirá para revelar a pequena Hanako em uma saia vermelha. Seu cabelo está feito em um coque de estilo tradicional. Então ela agarra a vítima e a arrasta para o banheiro, para nunca mais ser vista.

Em outras versões, Hanako perguntará às crianças se elas precisam de um amigo. Independentemente de sua resposta, Hanako arrastará as crianças para debaixo da barraca e para sua desgraça. Nunca confiem em um fantasma japonês, crianças.

A maioria dos relatos diz que ela é o fantasma de uma criança que se escondeu no banheiro de sua escola e morreu em um bombardeio durante a Segunda Guerra Mundial.

Fonte: GaijinPot.

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link