Japonês se joga da janela após ser preso por assediar meninas no metrô

Um japonês se suicidou depois que foi acusado de assediar uma menina no metrô de Tóquio.

Conheça aqui mais sobre o ocorrido e também sobre como os assédios contra meninas são mais comuns do que se imagina.

Japonês se suicidou depois de apalpar uma menina

Um homem de 61 anos acusado de apalpar uma adolescente em um trem morreu depois de pular de um escritório da estação de trem de Yokohama, onde estava detido.

Segundo a polícia, o incidente ocorreu por volta das 7h45 de quarta-feira na estação Kanazawabunko na linha Keikyu. A TV Tokyo informou que a garota acusou o homem de apalpá-la quando estavam saindo do trem e pediu ajuda. Um passageiro do sexo masculino agarrou o homem e o entregou ao pessoal da estação.

O homem foi levado para um escritório da estação no segundo andar, onde um funcionário ligou para o 110. O homem então pulou pela janela e caiu cerca de 8,5 metros, atingindo primeiro o teto da plataforma, antes de acabar na plataforma. Ele foi levado para o hospital, onde morreu devido aos ferimentos, disse a polícia.


Leia também


O assédio no Japão

Da mesma maneira que o suicídio é um problema no Japão, o assédio também o é. Não é incomum ver uma notícia ou saber de alguma história sobre homens que assediam meninas nos trasportes públicos.

Existem diversos tipos de assédios no Japão. No caso, estamos nos referindo a um tipo de sekuhara, ou assédio sexual. Nesse caso, como destacou o site Savy Tokyo, é definidico como qualquer comportamento ou gesto indesejado que possa ser considerado de natureza sexual. Isso pode acontecer no trabalho, mas também pode ocorrer em outros lugares. 

Assim, no Japão, o trem chikan (apalpar) é um problema bem conhecido, criando a necessidade de vagões de trem exclusivos para mulheres (embora as mulheres não sejam as únicas vítimas). Sekuhara também pode levar a sekahara , ou assédio secundário, onde as vítimas são culpadas ou criticadas por denunciar assédio sexual.

Esse tipo de assédio só pode ocorrer no país porque também existe o assédio de gênero. No caso ele é nomeado de jenhara, o assédio de gênero envolve ser assediado ou pressionado a se conformar aos papéis de gênero e envergonhar aqueles que não o fazem. No Japão, espera-se que as mulheres cozinhem para seus maridos ou preparem chá no escritório são exemplos de jenhara.

Assim, podemos entender que esses assédios estão envolvidos porque é a partir do momento em que o homem entende a mulher como um objeto que ele pode apalpar sem a sua permissão, que acontece o assédio sexual, o sekahara.

Assim, esses são alguns dos tipos de problemas que existem na sociedade japonesa atual, mas que estão em transformação. Afinal de contas, já há possibildiade de denúncias quando essas situações acontecem e, como vimos nessa situação, o culpado pode até mesmo ser preso por realizar tal assédio.

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link