Para purificar a alma, japoneses tomam banho gelado em pelo inverno

Para celebrar o ano novo e também para purificar as almas, japoneses tomam banho em água gelada. Esa é uma celebração que ocorre todos os anos na capital do país, Tóquio.

banner-loja

Mas, não se trata somente de entrar na água. Há um breve aquecimento que deve ser realizado que é acompanhado de exercícios físicos e cantos. Depois, os participantes mergulharam em uma banheira cheia de água fria e grandes blocos de gelo, desejando boa saúde para o novo ano.

Conheça aqui mais esse evento da cultura japonesa e como e quando ele é realizado.

Japoneses tomam banho em água gelada e se purificam para o ano que começa – o misogi

Bom, como você já percebeu, esse é um evento que acontece todos os inícios de ano no Japão. Essa prática é conhecida como Misogi e é de tradição xintoísta.

Normalmente, mais de cem pessoas corajosamente se revezaram e entraram em um banheira de gelo em uma fria manhã de domingo no santuário de Tóquio para purificar suas almas e desejar boa saúde para o ano novo.

A maioria dos participantes, normalmente, é do sexo masculino e usa tangas tradicionais, enquanto um punhado de mulheres costumam a usar vestidos brancos finos para participar do ritual xintoísta anual no Santuário Teppou-zu Inari.

Depois de algum aquecimento físico e cânticos, os participantes mergulharam em uma banheira cheia de água fria e grandes blocos de gelo enquanto a mídia e o público assistiam ao lado.

A temperatura do dia, normalmente, é de cerca de 5 graus celsius. Isso é muito frio para estar sem agasalho fora de casa, imagina ainda entrar em uma banheira de água gelada.

O misogi ocorre em massa em Teppozu Inari, apesar de também ter suas versões em outros lugares do país, e consiste em exercícios de ‘remo’ de aquecimento com cantos em grupo, seguindo os quais os participantes correm ao redor do santuário e depois mergulham em banheiras de água gelada contendo blocos de gelo.

Todo o evento leva cerca de 30 minutos.


Leia também:


Você não precisa estar no Japão para fazer o seu misogi

Entretanto, vale destacar que o misogi não necessarsiamente precisa ser feito em um templo ou em Tóquio. Ele pode ser feito em outros lugares.

Todos os anos, muitas pessoas fazem pererinações a cachoeiras, lagos e rios sagrados, sozinhas ou em pequenos grupos, para realizar misogi. O Monte Ontake, a cordilheira Kii e o Monte Yoshino são apenas alguns exemplos de áreas antigas e bem conhecidas para o misogi no Japão. Em Kyoto, as pessoas se banham sob a cachoeira Otowa no taki (Som das Asas) do Templo de Kiyomizu, embora a maioria dos visitantes beba das águas em vez de mergulhar nelas.

Fora do país, nos Estados Unidos, por exemplo, o misogi é realizado no Grande Santuário Tsubaki da América, na cachoeira Konryu Myojin no Taki.

 

Receba GRÁTIS notícias do Japão