Coronavírus: dicas de higiene e baixo índice de contaminados no Japão

O número de contaminados pelo coronavírus  já mudou a concepção do que os brasileiros entendem por higiene.

Entretanto, você já deve ter se perguntado, o que faz com que o Japão, tão próximo da China, tenha poucos casos de contaminados em relação ao resto do mundo?

Veja aqui algumas dicas de higiene que são tidas como fundamentais pelos cientistas japoneses para que o número de contaminados pelo coronavírus não tenha atingido números tão desastrosos no país.

A responsabilidade social e a higiene para combater o coronavírus

Antes de elencarmos os fatos de higiene, é importante saliente que no Japão há um senso de responsabilidade social. Ou seja, as pessoas cuidam uma das outras e fazem de tudo para não incomodar o próximo e muito menos contagiá-lo.

Por conta disso que os espaços públicos, por exemplo, costumam a ser limpos, já que os cidadãos japoneses tomam o cuidado para não deixar nenhum lixo.

Com esses fatores já agregados à cultura e também novas medidas de higiene adotadas pelo governo, o Japão apresenta ao mundo uma maneira de lutar contra o coronavírus sem ter um colapso de seu sistema de saúde.

1. Não usar sapatos dentro de casa

Esse antigo hábito japonês já foi motivo de piada para muitas pessoas pelo mundo. Entretanto, esse hábito higiênico se tornou um dos mandamentos da OMS (Organização Mundial da Saúde) para o combate ao coronavírus.

Dessa maneira, o japonês garantiu que mesmo que tenha o vírus em seu sapato, ele não entrou em suas casas.

2. O uso de máscaras cotidianamente

Outro hábito no Japão é o uso de máscaras quando se está resfriado. Ou seja, não se usa proteção somente quando há uma pandemia, mas em caso de qualquer gripe.

Este tipo de ato tem em vista não contaminar as outras pessoas.

3. Não assoar o nariz em público

Muitos japoneses consideram fazer isso como um ato de ofensa a quem está ao seu redor. Isso faz com que as gotículas com possíveis vírus não se espalhem pelo ar.

4. Aprender a limpar o espaço desde criança

Nas escolas japonesas não há uma equipe de limpeza que é a responsável pela limpeza do espaço. Mas são os próprios alunos que tomam esse cuidado, dessa maneira, aprendem desde crianças a como manter um ambiente limpo.

5. O uso de álcool gel e limpeza das mãos

Enquanto no Brasil as instruções do uso do álcool gel e de como limpar a mão corretamente foram publicizadas somente com a pandemia do coronavírus, no Japão este é um hábito que faz parte da rotina.

6. Seguir as medidas do governo e da OMS para conter o número de contaminados pelo coronavírus

Além de todos os cuidados que o povo japonês já possui, as medidas do governo japonês foram rápidas e obedecidas pelos seus cidadãos.

Assim, mesmo com o estado de emergência decretado por conta do aumento de casos, o que o governo pretende é que não se tenha um colapso do sistema de saúde e que o menor número de pessoas se infectem.


Leia também


Tome as melhores medidas de higiene para não se expor ao coronavírus

Sendo assim, adote as melhores dicas de higiene para que você se proteja adequadamente.

Portanto, cuide de sua imunidade e não deixe de sempre higienizar as mãos, usar máscaras e evitar aproximar-se mais de 1,5 metro das pessoas.

Adote os ensinamentos de higiene de agora e se inspire no caso japonês para levar esses hábitos para além deste período.

Comentários

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link