Universidade Meiji Gakuin concede bolsa de 50.000 ienes aos seus alunos

A fim de compensar os custos das aulas digitais, a Universidade Meiji Gakuin concede ajuda financeira aos seus 12.000 alunos.

Memorial Hall (antiga Escola Teológica), Universidade Meiji Gakuin, 1920

Para ajudar a conter a propagação do COVID-19, muitas universidades japonesas fecharam ou fizeram transição para aulas online, mantendo assim alunos e funcionários em segurança.

No entanto, isso também significa que o acesso aos recursos da universidade, como bibliotecas, restaurantes, etc., também é cortado. E com os cibercafés também fechados, os alunos que não tem computador acabam por não ter acesso às aulas online.

Por isso a Universidade Meiji Gakuin decidiu conceder a todos os seus 12.000 estudantes uma bolsa de 50.000 ienes (US$467.00) cada. Esta ajuda destina-se a custear os gastos dos estudantes que não tem conexão com a internet em casa ou um computador, mas, sem dúvidas, também ajudará aqueles que perderam o emprego a pagar as contas até que possam voltar ao trabalho novamente.


Leia também


A decisão de ajudar os alunos

A Universidade, que fechou os campi de Tóquio e de Yokohama em 8 de abril, tomou a decisão de emergência a fim de “reduzir um pouco o ônus financeiro de nossos estudantes”.

Uma vez que eles estenderam a quarentena e as aulas online para até 20 de maio, a bolsa será uma grande ajuda para muitos. Os 600 milhões de ienes necessários para isso foram retirados da reserva do fundo de bolsas de estudos da Universidade.

A Universidade Meiji Gakuin também está considerando tomar medidas de socorro para estudantes cuja renda familiar foi drasticamente afetada pela pandemia: eles estudam a viabilidade de conceder uma bolsa de estudos especial para estudantes cujos pais perderam o emprego.

Diferente do Brasil no qual temos Universidade pública gratuita, no Japão, mesmo as Universidades públicas, há obrigatoriedade de pagamento. Assim, sendo a Meiji Gakuin uma Universidade privada, a data de vencimento das mensalidades foi ao menos estendida do final de abril para até o final de maio, embora a Universidade não pareça estar pensando em reduzir o valor das mensalidades no momento.

Saiba um pouco mais sobre a Universidade Meiji Gakuin

A Universidade Meiji Gakuin é uma Universidade cristã com campi em Tóquio e Yokohama e foi fundada em 1863 por presbiterianos e membros da igreja da Reforma Holandesa. O reverendo Dr. James Curtis Hepburn (1815-1911) (o disseminador do sistema Hepburn de romanização do japonês) foi um dos fundadores e também o primeiro presidente.

O famoso romancista e poeta Shimazaki Toson (1872-1943) graduou-se nesta Universidade e escreveu a letra de seu hino.

 

Universidade Meiji Gakuin, campus de Tóquio

 

 

Fontes:  SoraNews24, Wikipédia, OldTokyo

Imagens: Pakutaso, OldTokyo

Comentários

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link