Mitsubishi A6M Zero: o avião dos kamikazes na II Guerra Mundial

Você já parou para pensar qual era o modelo de avião dos kamikazes durante a II Guerra Mundial? Afinal de contas, este era um modelo muito famoso e que pode ser visto em vários filmes e que também teve um grande poder de destruição.

Como se sabe, os kamikazes eram pilotos que tinham um único objetivo e uma única missão. Deveriam fazer um ato suicida em que se chocavam com o alvo. Entre os ataques mais famosos dos kamikazes está à base americana de Pearl Harbor e que mudou completamente os rumos da II Guerra Mundial.

O avião dos kamikazes

Quando você pensa na palavra “Mitsubishi”, a primeira coisa que provavelmente vem à mente são os automóveis. No entanto, a Mitsubishi também entrou na produção de aeronaves em 1928. E o que se tornou representante do Japão e da aeronáutica foi o modelo Mitsubishi A6M Zero. 

Este avião foi projetado pelo lendário projetista de aeronaves, Jiro Horikoshi. Apelidada de “Zeke” pelos americanos, a aeronave foi lançada principalmente de navios da Marinha Japonesa. Além disso, esse era um dos melhores modelos que existia na época. 

O A6M Zero foi produzido pela primeira vez em 1937. E a primeira vez que ganhou os céus foi em 1939. Entre os anos de 1940 a 1945 foi utilizado em combate pelos japoneses. Além disso, ele tinha a seu favor um excelente controle. Assim, sempre que o inimigo do Japão via uma aeronave dessa cortando o ar, já ficava com medo.

Do decorrer da II Guerra Mundial ele provou ainda mais o seu valor. Pois poderia ter um forte poder de fogo o que fazia com que destruísse os aviões de seus inimigos.

À medida que o valor do A6M Zero aumentava, os japoneses procuraram uma forma alternativa de utilizar os aviões. Eventualmente, eles se tornaram os aviões pioneiros usados ​​como armas Kamikaze. Zeros foram carregados com bombas e usados ​​para lançar ataques suicidas contra seus alvos.


Leia também:


O lendário e invencível avião dos kamikaze

Na época, o Zero da Mitsubishi era considerado o melhor caça de sua época. Assim, ele dominou os céus do Pacífico Ocidental e do Leste Asiático, e derrotava qualquer inimigo que estivesse em seu caminho. O lutador veloz humilhou os britânicos Hawker Hurricanes, que também eram famosos por sua capacidade de manobra.

A taxa de morte foi colocada em 12: 1, o que é bastante impressionante. De 1941 a 1945, cerca de 1.500 aeronaves americanas caíram para o Zero, sendo os primeiros três anos os mais mortíferos e bem-sucedidos para o Zero.

Outra razão para essa taxa de sucesso inicial do Zero era o seu armamento. O Zero foi construído com a capacidade de transportar dois canhões de aeronave Tipo 97 de 7,7 mm montados dentro do capô do motor e possui 500 tiros por arma, enquanto também podia levar dois canhões Tipo 99-1 Mk.3 de 20 mm com uma capacidade de 60 tiros por arma dentro de suas asas.

Fonte: hotcar.com

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link