A falta de transparência e comunicação para a entrada de estrangeiros no Japão

A entrada de estrangeiros no Japão nunca foi fácil. Os primeiros contatos dos japoneses com outros povos oriundos do ocidente, foi extremamente complicado e sangrento.

Porém, hoje em dia também existem problemas. Eles não são sangrentos como antigamente, mas sim burocráticos. Além disso, a falta de transparência nos processos para estrangeiros irem para o país faça com que tudo seja mais complicado e confuso.

E, não pensei que isso acontece somente com brasileiros, mas com estrangeiros do mundo inteiro que pensam em ir para o país tentar uma vida nova.

Conheça um pouco mais sobre as falhas existentes na imigração para o Japão e como é necessário ter muita paciência para conseguir ir para o país.

As dificuldades para a entrada de estrangeiros no Japão

Muitas vezes quando alguém pretende ir trabalhar no Japão, mesmo sendo competente, esbarra em uma série de burocracias. Essas burocracias são solicitadas para que o governo japonês saiba exatamente quem é a pessoa e que ela deve ser autorizada a entrar no país.

Existem restrições de entradas que não são muito bem explicadas e isso somente se agravou com a pandemia do novo coronavírus. Hoje a fronteira está praticamente fechada para quem não for residente do país ou cidadão.

Até mesmo os estudantes que já tinham suas matriculas efetivadas em universidades japonesas não estão conseguindo ir para o país. E eles mal são informados sobre quais serão as próximas medidas que o governo vai tomar ou se algum dia conseguirão ir para o país.

Mas, isso não se restringe a um momento de pandemia. A pandemia somente agravou um sistema que sempre existiu por ali. A transparência e a falta de comunicação devida com quem pretende entrar no Japão é uma realidade e é preciso muita paciência para saber lidar com isso.


Leia também:


O que os japoneses pensam sobre essa dificuldade para a entrada de estrangeiros no Japão

Especialistas em práticas de tomada de decisão e comunicação de organizações japonesas dizem que, embora a falta de informação para aqueles que esperam entrar no país seja lamentável, ela é parte integrante da forma como as empresas, governos e outras instituições veem essa entrada. Ou seja, é praticamente inerente ao sistema japonês essas informações que são confusas e obscuras.

Nas organizações japonesas, o caminho para chegar a uma decisão é complexo e demorado, exigindo a aprovação de vários indivíduos de vários departamentos e em diferentes níveis. Como cada um desses indivíduos precisa ser convencido dos méritos de uma proposta, orquestrar o consenso é muito trabalhoso – tudo o que precisa ser refeito se uma nova solução for apresentada em resposta às circunstâncias em evolução.

A mesma coisa acontece para a entrada de estrangeiros e isso é comum para os japoneses. É sempre preciso convencer o governo japonês que alguém realmente pode entrar no país.

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link