Fatos sobre o sistema familiar japonês que talvez você não saiba

Existem muitos fatos sobre o sistema familiar japonês que se distinguem das famílias pelo resto do mundo. Afinal de contas, cada país possui uma determinada cultura.

Assim, elencamos aqui alguns desses fatos para que você possa conhecer um pouco mais dos costumes japoneses e comparar a família do Japão com a sua. Será que são tão diferentes assim?

1. O sistema familiar japonês

Normalmente, pensa-se que uma família é composta por avô, avó, pai, mãe, irmão, irmã e filho. De vez em quando, os indivíduos até incorporavam seus primos, tios e parentes próximos. Então, novamente, no Japão, cada unidade familiar de uma família japonesa está restrita à família nuclear – pais e filhos (podendo ser somente mãe e filho(a), como pai e filho(a). 

Não há nenhuma diretriz para isso e algumas famílias japonesas vivem respectivamente com indivíduos fora da família, mas na maior parte do tempo, como tomada de decisão e pontos de vista diferentes, a família nuclear é preferida.

2. Filhos menores, vida econômica

No passado, uma família japonesa com 7 filhos era muito típico. Hoje em dia, como resultado da economia apertada, todos estão mais atentos.

Além disso, os japoneses têm a convicção de que estão criando filhos e ensinando futuros indivíduos que vão agir na sociedade, eles planejam com antecedência e poupam dinheiro antes de procriar.

Esse dinheiro envolve a escola, bem como aprender todos os costumes japoneses que podem levar a um ganho de dinheiro. Devido a isso, é difícil ter um plano financeiro suficiente e por isso a quantidade de filhos da maioria das famílias no Japão é restrita de 1 a 2.

3. Alugar um apartamento

No Japão, mudar de um lugar para o outro é comum. Muitas vezes isso pode acontecer por conta do trabalho. 

Por conta disso, muitas famílias acabam alugando apartamentos.

4. O sistema familiar japonês e a timidez 

A maioria dos japoneses tem vergonha de comunicar suas emoções. Assim, grande parte da família japonesa não demonstra muito seus sentimentos uns para os outros. 

De vez em quando o sentimento de um indivíduo pode torná-lo inconveniente para uma reunião familiar. Além disso, para a cultura do país, falar sempre sobre os seus sentimentos, te torna uma pessoa não confiável.


Leia também


5. No sistema familiar japonês, os amigos são como uma família

Como mencionado anteriormente, na maioria das vezes, uma família japonesa teria um pequeno número de filhos. Essa é uma das motivações para a presença de companheiros e colegas na vida dos japoneses seja tão comum.

Assim, eles são semelhantes a um parente deles. Na maioria das vezes, quando chegam ao ensino médio, começam a comemorar seus aniversários com seus companheiros, e não com suas famílias.

6. Não dê opiniões sobre os outros

Em alguns países, a vida de um parente diz respeito a toda a família. 

Em uma família japonesa, as coisas são muito diferentes. Dentro da família japonesa, as pessoas se abstêm de dar suas próprias avaliações ou conselhos, independentemente do fato de serem parentes ou companheiros queridos. 

Fonte: Youcojapan

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link