Com ou sem listras: as diferenças das bandeiras do Japão

Se você já reparou, muitas vezes vemos duas bandeiras do Japão. Uma delas contém listras e a outra não.

Por mais que possa parecer uma diferença boba ou somente estética, na verdade, se trata de um registro histórico muito importante. É por conta desse peso histórico nas duas bandeiras que uma delas é repudiada por algumas nações, como a Coreia do Sul, que gostaria que a listrada fosse permanente proibida de ser usada em eventos internacionais, como a Olimpíada, por exemplo.

Conheça aqui um pouco mais sobre essas duas bandeiras e como elas trazem muito sobre a história do Japão.

As diferenças das bandeiras no Japão

 

A bandeira com um círculo vermelho no meio e com fundo branco é a oficial do Japão. Entretanto, a bandeiro com listras pode ser vistas em muitas outras ocasiões, principalmente em uma torcida japonesa.

Entretanto a bandera que possui raios, ilustrando um sol nascente traz muitos problemas no Japão. Isso decorre por conta de seu uso desde o século XIX.

Naquela ocasião, a bandeira com as listras era um dos símbolos dos militares do país. Assim, foi utilizada quando o Japão fez invasões na Coreia e na China.

Durante a Segunda Guerra Mundial, tornou-se a bandeira da Marinha – e foi aí que obteve sua reputação controversa. As tropas japonesas ocuparam grande parte da Ásia durante a guerra, cometendo atrocidades contra a população local.

Hoje, ainda é a bandeira da marinha do país e uma versão ligeiramente diferente é pelas forças de defesa japonesa.


Leia também:


As críticas às bandeiras do Japão

Diante disso, não é de se surpreender que o Japão ´´e muito criticado por deixar que uma bandeira que remeta a II Guerra Mundial ainda esteja em uso.

Porém, o governo alega que as pessoas que a utilizam não fazem referência à política. Seria somente um meio de mostrar seu apoio ao país.

Um dos países que mais se incomoda com o uso dessa bandeira listrada em qualquer circunstância é a Coreia do Sul. Isso porque, no começo do século XX, o Japão invadiu o país.

Nessa invasão, milhares de pessoas foram escravizadas. E outras tantas foram assassinadas pelos militares nipônicos. Além disso, também houveram as mulheres de conforto, que violentadas pelos militares japoneses.

Até hoje as marcas da violência da invasão japonesa tanto na Coreia como na China são sentidas. Assim, para a Coreia do Sul, seria uma demonstração de respeito parar de utilizar uma bandeira que remete a tais violências. O Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Sul já descreveu a bandeira como um símbolo do “imperialismo e militarismo” japonês.

Existem até mesmo muitas pessoas que dizem que essa bandeira pode ser comparada com a suástica nazista. Já que o Japão também cometeu uma série de violências na Ásia em nome do Imperador Japonês.

Certamente, esse debate ainda está longe de chegar a um fim.

Não deixe de conhecer mais também sobre o hino do Japão, que é considerado o mais antigo do mundo.

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link