Perdeu a abertura da Olimpíada de Tóquio? Confira aqui os momentos mais marcantes

Um dos momentos mais aguardados do ano com certeza foi a abertura das Olimpíadas de Tóquio. Afinal de contas, é um momento emocionante para o mundo, após a passagem de uma pandemia que vitimou inúmeras pessoas.

Assim, selecionamos aqui alguns dos momentos mais emocionantes.

A abertura da Olimpíada de Tóquio e a homenagem aos que se foram por conta do coronavírus

Para relembrar as pessoas que se foram o Japão resgatou o atentado à comissão de Israel por um terrorista palestino e que matou 12 pessoas.

Em seguida, um bailarino japonês fez uma dança em homenagem a eles e a todos aqueles que se foram. Em seguida, respeitou-se um minuto de silêncio em memória dos que morreram pelo coronavírus.

A presença de portadores de necessidades especiais na abertura da Olimpíada de Tóquio

Em vários momentos pessoas com necessidades especiais fossem elas físicas ou intelectuais tiveram a oportunidade de estarem presentes na abertura. Em um dos momentos mais emocionantes, um jovem com deficiência intelectual carregou a bandeira do Japão junto com outras pessoas e foi apresentado a todos que assistiam a abertura.

A sustentabilidade

Nessa olimpíada, a sustentabilidade ganhou muito espaço. Por conta disso, a todo momento a abertura também remeteu à madeira. Alertando para o mundo a necessidade do desenvolvimento sustentável para garantia das futuras gerações. Além disso, a madeira utilizada era de reflorestamento.


Leia também:


Música para a entrada dos atletas era de jogos de videogame

Sim, isso mesmo, o Japão inovou ao fazer uma referências aos jogos de videogame para a entrada das delegações. Uma ideia genial que homenageou uma das principais indústrias do país. Entre os jogos que foram homenageados estavam Final Fantasy, Monster Hunter, Sonic, Winning Eleven entre tantos outros.

Um mestiço foi o porta bandeiras do Japão e Naomi Osaka acende a pira olímpica

O Japão é reconhecido por ser um país fechado e também com uma certa resistência à própria miscigenação. Entretanto, os tempos mudaram, e já temos até mesmo nos esportes grandes estrelas do Japão que são mestiços, talvez o caso mais famoso seja da tenista Naomi Osaka, que foi a atleta que acendou a pira olímpica.

Assim, para representar essa miscigenação quem carregou a bandeira foi Rui Hachimura, ele é filho de mãe japonesa e seu pai é de Benin, país na África.

Ele é atleta de basquete e atualmente joga na NBA.

Os drones na abertura da Olimpíada do Japão

Obviamente que haveria um momento altamente tecnológico. E o Japão não deixou de impressionar o mundo, novamente. Com 1824 de drones, formou um globo em cima da estádio que brilhava enquanto crianças cantavam Imagine, de John Lenon. Juntamente à essa vozes, juntou-se outras de diferentes continentes, representando todas as nações.

A alegria dos japoneses

E, obviamente, a alegria do povo japonês é outro item que deve ser destacado. Todos os japoneses sorriam e estavam felizes, que era possível até mesmo perceber seus sentimentos através da máscara.

A todo momento alegraram o ambiente e sem eles, a abertura não teria sido tão lida como foi.

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link