As sandálias tradicionais japonesas: conheça os modelos

As sandálias tradicionais japonesas são um dos símbolos do vestuário e da cultura do país. Com certeza, ao se pensar em Japão antigo, essas sandálias virão à cabeça de muitas pessoas, entretanto, alguns podem não saber que existem muitas variações desses sapatos.

Há muito o que admirar nas roupas tradicionais japonesas: quimonos requintados, yukatas coloridos, happi com design ousado e hakama simples, mas dignos, são peças de vestuário originárias do Japão famosas. No entanto, existe uma área da moda japonesa clássica que às vezes passa despercebida: o calçado tradicional!

Onde qualquer um de nós estaria se não fosse pelos sapatos nos pés? Além de servir a um propósito funcional, no entanto, essas sandálias e sapatos tradicionais também podem ser apreciados por qualidades estéticas únicas que são consideravelmente diferentes dos sapatos fora do Japão. Vamos examinar alguns calçados japoneses tradicionais!

Sandálias tradicionais japonesas: Geta

Geta é um dos calçados tradicionais mais comuns que você pode encontrar no Japão, facilmente detectado depois de ouvir seu som característico de ‘karan-koron‘.

A geta pode ser descrita como uma espécie de sandália de madeira. Uma alça de tecido forte, mas macio, chamada ‘hanao’ é presa, prendendo-os confortavelmente aos pés. O geta típico consiste em uma peça semelhante a uma placa plana chamada de ‘dai’ e duas peças de suporte chamadas de ‘ha’ (que significa ‘dentes’). Geta costuma ser usado com yukata, embora ocasionalmente você possa vê-los emparelhados com roupas casuais, como jeans ou shorts, durante o verão.

Sandálias tradicionais japonesas: Zori

Zori é outro tipo de sandália japonesa. Os zori tradicionais mais comuns são feitos de palha conhecida como “tatame”, no entanto, tecido, madeira laqueada e couro também podem ser usados. Nos últimos anos, eles também foram feitos com materiais sintéticos. Como existem várias variações, o zori pode ser usado com uma variedade de roupas, desde o jinbei casual e folgado até o quimono formal.


Leia também


Sandálias tradicionais japonesas: Okobo

Okobo é um tipo de geta alto de salgueiro tradicionalmente usado por maiko. Os okobo usados ​​por maiko normalmente não são lacados, exceto durante o verão, quando eles podem mudar para um estilo laqueado preto. As cores das alças significam o grau de maiko: o vermelho é usado por novatos, enquanto o amarelo é reservado para maiko mais experiente.

Sandálias tradicionais japonesas: Waraji

Waraji é indiscutivelmente o calçado mais simples da nossa lista. Essas sandálias de corda de palha eram o calçado básico do dia a dia no Japão antigo. Na era feudal, os samurais, bem como os soldados chamados ‘ashigaru’, eram conhecidos por usarem este tipo de sapato. Nos tempos modernos, os waraji ainda são usados ​​pelos monges budistas.

A palha de arroz é o material waraji tradicional, embora as sandálias também possam ser feitas de cânhamo, algodão ou palma. Waraji deve ser usado com os dedos ligeiramente pendurados na frente.

Fonte:  Japan Live.

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link