Jogos otome no Japão: o amor tornado game

Os jogos de tipo otome no Japão estão levando o amor e os games a um outro patamar. Será que o jogo conseguirá fazer o mesmo sucesso em outros países?

O que os smartphones não podem fazer? Você pode tirar fotos lindas, fazer compras, estudar um idioma e até mesmo limpar o ar-condicionado.

E, claro, você também pode usá-lo para encontrar pessoas – pessoas reais – até o momento, mas e se você estiver atrás de algo para melhorar sua vida amorosa sem ter que enfrentar intermináveis ​​levas de selfies?

Bem, há uma maneira – os jogos otome do Japão estão aqui para elevar o nível de sua vida amorosa e são totalmente viciantes.

O que é um jogo otome no Japão?

Os jogos Otome são baseados em histórias que apresentam um personagem principal (geralmente o usuário) que interage e, eventualmente, namora (ou se casa!) com um dos vários personagens no mundo do jogo.

Os jogos são feitos no formato de primeira pessoa e geralmente são escritos em diálogo de conversação.

O jogador (você) é apresentado a uma situação ou pergunta de personagens no jogo que têm várias respostas possíveis para escolher a fim de continuar o jogo. A resposta que você escolher afetará o modo como o personagem responderá e, em última análise, determinará o resultado daquele capítulo da história.

Os jogos otome normalmente têm vários capítulos ou temporadas para cada personagem em um determinado título de jogo. Você pode repetir capítulos novamente com respostas diferentes e ver diferentes versões do final da história também.

Assim, os jogos Otome são como livros de romance “escolha sua própria aventura”. E o que é ainda melhor é que várias empresas japonesas, como Voltage, Inc. e Cybird, também produzem versões localizadas em inglês de seus jogos mais populares, o que significa que usuários do exterior podem jogá-los sem precisar falar japonês (embora, tecnicamente, namorando um cara virtual japonês!).


Leia também


Por que os jogos otome no Japão fazem sucesso?

Existem várias razões para a popularidade crescente e sustentada dos jogos. Para começar, ter um romance à moda dos contos de fadas é algo com que muitas mulheres sonham. Mulheres de todas as idades podem sair e namorar no mundo real, mas muitas optam por não fazê-lo. \

Muitas mulheres japonesas também estão enfrentando o problema de perder parcialmente (ou, dependendo do caso, completamente) o romance com seus parceiros, uma vez que se tornaram esposas e, especialmente, mães.

Para muitos, casamento e maternidade significam se tornarem conhecidas como okaasan (mãe) e, com isso, qualquer coisa romântica (e muitas vezes sexual) em suas vidas começa a desaparecer. Se você está procurando uma prova disso, faça login em qualquer painel de bate-papo da mãe e você verá centenas de postagens preocupadas sobre isso.

Os jogos Otome são repletos de passeios idealizados com seu parceiro, casamentos elaborados que muitos não poderiam pagar em suas vidas reais e gestos românticos que continuam bem depois que os personagens se casam e têm filhos.

Existe também o elemento de escapismo e atuação em suas fantasias – sem nunca ter que sofrer as consequências. Com o jogo em mãos, você pode saltar e desfrutar de um fim de semana com um homem bonito e nunca se preocupar com nada. A capacidade de se entregar a algo picante sem quaisquer consequências no mundo real é emocionante.

Para muitas mulheres japonesas, o escapismo que esses jogos oferecem é mais satisfatório do que um romance baseado em filme ou romance.

Fonte: Savy Tokyo.

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link