Patinetes elétricos no Japão causam acidentes e são fiscalizados pela polícia

Aumento de acidentes de patinetes elétricos no Japão fez com que as autoridades tomassem medidas para controlar esse meio de transporte.

O principal local em que esses acidentes acontecessem são em Tóquio. Afinal de contas, na capital do país a todo momento as pessoas estão correndo para dar conta de seus compromissos.

E, em uma cultura em que se atrasar pode ser visto como uma ofensa, correr é o lema para honrar os compromissos. Assim, conheça mais aqui sobre esses acidentes e quais as medidas que a polícia de Tóquio está tomando para controlar os fluxos de patinetes pelas ruas.

Os patinetes elétricos no Japão e os acidentes em Tóquio

Em resposta ao aumento de acidentes envolvendo scooters elétricas, o Departamento de Polícia Metropolitana (MPD) da capital conduziu orientações de segurança e repressão aos passageiros ilegais em 28 de setembro de 2021.

Os acidentes na capital envolvendo patinetes elétricos saltaram de apenas três em junho para dezembro de 2020, incluindo dois envolvendo lesões corporais, para 39 de janeiro a agosto de 2021, com 15 envolvendo lesões corporais.

Os patinetes elétricos são equivalentes às bicicletas motorizadas sob a Lei de Trânsito Rodoviário e exigem carteira de motorista ou motociclista e placa de licença. Apesar disso, mais e mais pessoas estão usando-os como um meio fácil de transporte.

Por volta das 8h do dia 28 de setembro, cerca de 20 policiais estavam dando instruções de segurança ao redor do cruzamento em Jingumae, distrito de Shibuya. De acordo com o MPD, eles confirmaram atividades ilegais de sete passageiros, incluindo indivíduos que não haviam obtido a placa ou circulavam nas calçadas.

Um homem de 70 anos que andava na calçada sem capacete, o que é exigido por lei, disse: “Não tenho carteira. Comprei uma scooter elétrica porque é conveniente”.

Hidefumi Sakudo, gerente da divisão de trânsito e assuntos gerais do MPD, disse: “Continuaremos informando as pessoas sobre as regras para que não andem de maneira ilegal, como na calçada”.

Fonte: mainichi.JP


Leia também


Os transportes alternativos no Japão

Os japoneses não usam somente os patinetes elétricos. Mas também muitos outros meios de transporte que são alternativos aos carros. Assim, se tiver a oportunidade de ir para Tóquio e outras grandes cidades do país, verá uma série de bicicletas correndo.

É possível ver até mesmo pais carregando os filhos nas garupas para levá-los para a escola e não se atrasarem. Mas, por terem de correr muito, isso acaba sendo perigoso para todos.

Por conta disso, se for para algumas dessas grandes cidades, tenha atenção tanto aos carros, como também aos transportes alternativos. Os japoneses não se atrasam e correm o quanto puderem para que nunca deixem de cumprir essa regra social. Tenha atenção para não acabar sendo atropelado por uma bicicleta ou por um patinete elétrico.

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link