Nossa Senhora de Akita: conheça a Nossa Senhora japonesa, suas histórias e seus milagres

A Nossa Senhora japonesa fez sua aparição na cidade de Akita, no noroeste do Japão. A aparição ocorreu no ano de 1973 e foram relatadas pela freira japonesa Agnes Katsuko Sasagawa.

A Nossa Senhora de Akita é conhecida também como a padroeira do Japão.

Conheça aqui um pouco mais sobre a história da Nossa Senhora de Akita e os milagres que operou.

A história da freira japonesa Agnes Katsuko Sasagawa e a Nossa Senhora japonesa

A freira japonesa Agnes Katsuko Sasagawa possuía muitos problemas de saúde por conta de erros médicos quando teve de tratar uma apendicite. Por conta desses erros e de mau tratamento, a Irmã acabou sofrendo por mais de uma década.

Entretanto, ela não estava fadada a ficar ruim por toda a sua existência. Sua saúde começou a melhorar logo depois que iniciou o tratamento com a água de Lourdes.

Lourdes é uma cidade francesa em que houve a aparição da Virgem Maria para uma jovem chamada de Maria Bernarda Sobeirons.

A freira chegou ao convento de Akita depois de ficar surda.


Leia também


A aparição da Nossa Senhora japonesa e seu milagre

A aparição da Nossa Senhora de Akita ocorreu por mensagens transmitidas à freira japonesa Agnes Katsuko Sasagawa. Ao todo foram três aparições.

Na capela do convento em que vivia a freira, havia uma estátua de madeira com uma cruz e uma imagem da Virgem Maria. Em uma manhã, Agnes Katsuko Sasagawa viu uma luz vislumbrando em um sacrário. Poucos dias depois, um estigma em forte de cruz apareceu na palma de sua mão.

Entretanto, a noite a ferida já estava seca, apesar de continuar inchada e ainda com a marca. No dia seguinte, quando acontecia a Festa do Sagrado Coração de Jesus, Agnes e as irmãs ouviram anjos cantando.

Poucos dias depois, a freira japonesa Agnes Katsuko Sasagawa, quando estava na capela, escutou uma voz vindo da estátua de madeira. Mesmo surda, havia escutado a voz doce.

Esse foi o primeiro contato da Virgem Maria com a freira japonesa. A mensagem era de que em breve ela voltaria a escutar plenamente.

No dia seguinte, uma chaga como a que tinha lhe acometido em uma das mãos, apareceu em sua outra mão e o sangue começou a escorrer. Poucos dias depois, a estátua começou a jorrar sangue. Ao mesmo tempo, as dores da freira japonesa somente aumentavam.

No dia seguinte ao sangue ter escorrido na estátua, um anjo disse à freira que em breve suas dores acabariam.  Elas acabaram naquele dia e poucos dias depois, Agnes recebeu uma segunda mensagem da Virgem Maria. A mensagem era de que Deus estava preparando um castigo para toda a humanidade.

Quase dois meses depois da mensagem, a estátua irradiou raios de luz e as chagas de Agnes desapareceram totalmente.

Alguns meses depois, Agnes recebeu a terceira mensagem. Essa mensagem era a de que caso os homens não se arrependessem, Deus traria uma terrível punição para a humanidade.

No ano seguinte, a irmã Agnes foi completamente curada de sua surdez. Na noite em que se recuperou, telefonou para o bispo informando do milagre que havia recebido.

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link