Quem são os estrangeiros no Japão? Brasileiros estão só em 4º lugar

Existem inúmeros estrangeiros no Japão. Entretanto, tendemos a achar que os brasileiros são a maioria, já que muitas pessoas conhecem descendentes que acabaram indo para o país em busca de melhores oportunidades de trabalho.

Entretanto, existem outras nacionalidades que também estão no país. Conheça aqui um pouco mais sobre quais nacionalidades estão mais presentes no Japão e com o que trabalham.

Estrangeiros no Japão

Na era em que o mundo está se tornando uma aldeia global, cada vez mais pessoas estão deixando seus próprios países para ampliar seus horizontes em terras estrangeiras.

Como resultado, o intercâmbio entre os países se tornou mais ativo em todo o mundo. Algumas pessoas, que não países de língua inglesa, escolheram o Japão.

De acordo com estatísticas do Departamento de Imigração do Ministério da Justiça, o número de residentes estrangeiros no Japão é de aproximadamente 2,83 milhões.

Ou seja, eles são cerca de  2,24% da população total no Japão (cerca de 126 milhões de pessoas).

Como se sabe, espera-se que a população total do Japão diminua, e também há problemas de queda nas taxas de natalidade e envelhecimento da população. Dessa maneira, os estrangeiros aparecem como uma peça fundamental para que a economia não entre em colapso.

Assim, o número de residentes estrangeiros aumentou por oito anos consecutivos e a presença de estrangeiros na sociedade japonesa está aumentando.

Por nacionalidade, a China possui 418.327 trabalhadores, representando 25,2% do total.

Em seguida, o Vietnã tem 401.326 trabalhadores, respondendo por 24,2% do total.

Os dois principais países sozinhos ultrapassaram 800.000, respondendo por quase metade.

Isso é seguido por cerca de 180.000 das Filipinas e cerca de 135.000 do Brasil. Os três principais países com a maior taxa de crescimento anual foram Vietnã com um aumento de 26,7%, Indonésia com 23,4% e Nepal com 12,5%.

Além disso, vale destacar que muitos residentes no Japão que são estrangeiros, vão ao país para estudar, não somente trabalhar, como o que acontece com a maioria dos brasileiros que estão no país.

O que seria um estrangeiro residente no Japão

Um residente estrangeiro refere-se a um residente permanente especial ou a um residente de médio a longo prazo.

Além disso, se distinguirmos resumidamente os residentes de médio e longo prazo pelas qualificações, existem residentes permanentes, estudo no exterior, trabalho, gestão, cônjuge, estágio técnico e muitos mais.

Entre eles, o número de residentes permanentes foi o mais alto, cerca de 780.000, seguido por treinamento técnico de estagiários com cerca de 370.000 e estudo no exterior com cerca de 340.000.

Além disso, o número de estrangeiros que entram e ficam no Japão com o objetivo de trabalhar nas férias está aumentando a cada ano, principalmente entre os jovens.

No entanto, apenas jovens de países e regiões que têm um acordo com o Japão podem se inscrever. Para fazer essas atividades, é necessário um visto para “atividades específicas”, que é uma das avarias de residentes de média e longa duração.

Fonte: Fun-Japan.

 

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link