Kabuki: o tradicional teatro japonês de mais de 400 anos que encanta o mundo

O Kabuki é conhecido em todo o mundo como uma das formas mais distintas de teatro tradicional do Japão. Os trajes elaborados, a maquiagem dramática e as poses estilizadas cativam o público há mais de quatro séculos.

Vamos te apresentar um pouco mais sobre essa arte japonesa e, com certeza, ela te surpreenderá ainda mais.

O que é o kabuki?

Kabuki (歌舞 伎) é uma forma tradicional de teatro japonês com raízes que remontam ao período Edo. É reconhecido como um dos três maiores teatros clássicos do Japão, junto com o noh e o bunraku, e foi declarado Patrimônio Cultural Imaterial da UNESCO.

Esse teatro é uma forma de arte rica em exibicionismo. Envolve fantasias elaboradamente desenhadas, maquiagem atraente, perucas bizarras e, sem dúvida, o mais importante, as ações exageradas realizadas pelos atores. Os movimentos altamente estilizados servem para transmitir significado ao público; isso é especialmente importante porque uma forma antiquada de japonês é normalmente usada, o que é difícil até mesmo para os japoneses entenderem completamente.

Conjuntos de palco dinâmicos, como plataformas giratórias e alçapões, permitem a mudança imediata de uma cena ou o aparecimento / desaparecimento de atores. Outra especialidade do palco kabuki é uma passarela (hanamichi) que atravessa o público, permitindo uma entrada ou saída dramática. O ambiente é auxiliado por música ao vivo executada com instrumentos tradicionais. Esses elementos se combinam para produzir um desempenho visualmente deslumbrante e cativante.

Os enredos são geralmente baseados em eventos históricos, dramas afetuosos, conflitos morais, histórias de amor, contos de tragédia ou conspiração ou outras histórias bem conhecidas.

Uma característica única de uma apresentação de kabuki é que o que está em exibição geralmente é apenas parte de uma história inteira (geralmente a melhor parte). Portanto, para potencializar a diversão derivada, seria bom ler um pouco sobre a história antes de assistir ao espetáculo. Por conta de seu sucesso, em alguns teatros, é possível alugar fones de ouvido com narrações e explicações em inglês.


Leia também:


As apresentações de kabuki

Quando se originou, o kabuki costumava ser representado apenas por mulheres e era popular principalmente entre as pessoas comuns. Mais tarde, durante o período Edo, uma restrição foi colocada pelo xogunato Tokugawa proibindo as mulheres de participar; até os dias de hoje é realizado exclusivamente por homens. Vários atores kabuki do sexo masculino são, portanto, especialistas em interpretar papéis femininos (onnagata).

Uma das coisas que vão notar são os assistentes vestidos de preto aparecendo no palco. Eles servem ao propósito de dar adereços aos atores ou ajudá-los de várias outras maneiras, a fim de tornar a performance perfeita. Eles são chamados de “kurogo” e devem ser considerados inexistentes.

Se você se deparar com pessoas do público gritando nomes para os atores no palco, não confunda isso com um ato de desrespeito: todos os atores de kabuki têm um yago (nome artístico hereditário), que está intimamente associado à trupe de teatro que ele é a partir de. No mundo do kabuki, as trupes são organizações hierárquicas muito unidas, geralmente continuadas por gerações dentro das famílias. É uma prática aceita para o público gritar os nomes artísticos dos atores em um momento apropriado como uma demonstração de apoio.

Fonte: Japan Guide.

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link