Vulcão em erupção no Japão há dois dias e gera maior alerta já emitido

Um vulcão em erupção no Japão há dois dias está deixando moradores e autoridades de Sakurajima, na província de Kagoshima, em alerta máximo.

O vulcão está localizado no sudoeste do Japão, e entrou em erupção ainda no domingo e permanece nessa segunda-feira pelo segundo dia consecutivo, com a agência meteorológica do país mantendo um alerta elevado.

Saiba maiores informações e como estão as condições de vida no local.

Vulcão em erupção no Japão deixa todos em estado de atenção máxima

Até o momento, não houve relatos de feridos ou danos da erupção de domingo. Vale ressaltar ainda que a Agência Meteorológica do Japão elevou seu alerta de erupção para o vulcão ao nível mais alto.

Após a erupção por volta das 20h05 no domingo, a agência elevou o alerta para o vulcão do nível 3 para 5 em sua escala de 5 pontos, alertando as pessoas para evacuarem. Foi a primeira vez que um alerta de nível 5 foi emitido para o vulcão.

O governo continua avaliando a situação, inclusive sobre qualquer dano causado pelas erupções. Afinal de contas, a erupção de um vulcão não leva somente vidas, mas afeta tanto as construções das cidades como o próprio ecossistema que havia ali até então.


Leia também:


Maiores informações sobra o vulcão em erupção no Japão

Sakurajima é um dos vulcões mais ativos do Japão e está conectado à Península de Osumi em Kyushu, a principal ilha do sudoeste do país.

No domingo, pedras vulcânicas caíram até 2,5 quilômetros do vulcão, disseram a agência e a polícia local.

É apenas a segunda vez que o nível de alerta mais alto é aplicado a um vulcão no Japão após a erupção de 2015 na ilha de Kuchinoerabu, na província de Kagoshima.

Após a erupção de domingo, o primeiro-ministro Fumio Kishida instruiu seu governo a coletar rapidamente informações sobre qualquer dano causado e criar maneiras de ajudar os moradores locais e os caminhantes a evacuar.

A agência meteorológica instou os moradores em um raio de 3 km das crateras Minamidake e Showa a ficarem atentos à queda de rochas e pediu forte cautela contra fluxos piroclásticos para aqueles dentro de um raio de 2 km das crateras.

Além disso, um funcionário da agência disse em uma entrevista coletiva que “as atividades vulcânicas de Sakurajima estão se tornando intensas. As pessoas em áreas residenciais devem estar em alerta máximo para grandes rochas vulcânicas caindo nas proximidades”.

Aparentemente, os japoneses estão obedecendo às ordens e realizando a evacuação para preservarem suas vidas. Autoridades da cidade de Kagoshima emitiram uma ordem de evacuação para os moradores das cidades de Arimura e Furusato, com uma população de 51 pessoas em 33 residências.

Desde segunda-feira, a agência observou pequenos movimentos crustais indicando expansão do vulcão.

Sakurajima é um dos vulcões mais ativos do Japão e está conectado à Península de Osumi em Kyushu, a principal ilha do sudoeste do país.

Fonte: Japan Today e NHK.

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link