Os indispensáveis guarda-chuvas no Japão: do papel ao plástico

Os guarda-chuvas no Japão são um acessório que qualquer um costuma a carregar quando há uma possibilidade de ququer garoa. Além disso, o país é famoso pelas fotos antigas em que as mulheres estão com elegantes guarda-chuvas de papel.

Entretanto, a sua história guarda algumas curiosidades.

Por isso, veja um pouco mais neste artigo como esse simples acessório está ligado à história do Japão e da Ásia. Assim, para a surpresa de qualquer um, ele está até mesmo ligado à história dos samurais!

A história resumida dos guarda-chuvas no Japão

Por mais que os guarda-chuvas no Japão sejam um símbolo, eles não são originários do país. Acredita-se que os guarda-chuvas de papel oleado foram feitos primeiramente na China, em seguida, se espalhou pelos países mais próximos.

Entretanto, ninguém possui total certeza sobre a sua origem, mas estima-se que eles chegaram no Japão por meio da Coreia entre os séculos VI e VIII. Neste momento, eles eram tidos como um item de luxo.

Já durante o período Edo, conhecido como o feudalismo japonês, os guarda-chuvas começaram a se popularizar cada vez mais. É neste momento que a história desse acessório encontra-se com os samurais. Muito deles, que não possuíam muito dinheiro, faziam a mão guarda-chuvas em suas casas e os revendia.

Foi neste período também o o guarda-chuva passou a ser muito utilizado nas performances artísticas. Por exemplo, é muito utilizado no teatro e também é retratado em vários quadros.

Entretanto, essa prática de fazer o acessório a mão acabou se extinguindo. Principalmente com a Era Meiji e até o final da II Guerra Mundial, os guarda-chuvas passaram a ser fabricados aos moldes ocidentais, ou seja, em larga escala.

Hoje em dia é raro encontrar alguém que possa fazer esse objeto a mão. Além disso, é um item muito caro. Afinal de contas, tornou-se ainda mais exclusivo.


Leia também


Os guarda-chuvas no Japão hoje

Assim, nos dias de hoje esses acessórios são cada vez mais inventivos no Japão. Entretanto, eles não são mais produzidos pelas mãos de artesãos. Boa parte dos guarda-chuvas que são comercializados no país procedem da China. E, atualmente, há somente uma empresa que ainda faz esse objeto para venda em larga escala, é a White Rose e os faz a partir do plástico.

Por exemplo, Hiroshi Kajimoto inventou um guarda-chuva um tanto quanto diferente e que fecha do lado contrário. Assim, a armação é feita de maneira contrária. E, além de tudo, o objeto também pode ficar em pé sozinho.

O amor e encantamento dos japoneses por guarda-chuvas é tão grande, que até mesmo a banda Ok Go lançou um vídeo clipe em que os figurantes seguram o objeto. São centenas deles! Provavelmente a banda não faz uma referência à história do guarda-chuva no país. Mas, mesmo assim, já nos mostra como esse é um item indispensável no cotidiano dos japoneses.

Assista a seguir e se impressione.

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link