Ramen instantâneo com 40 bilhões de bactérias lácticas a venda

Com tantas variedades de macarrão instantâneo no mercado, pode ser difícil se destacar. Mesmo seu líder Cup Noodle se esforça para ser cada vez mais diferenciado, tornando muito mais difícil para seus concorrentes. Meisei no entanto pode ter encontrado um lugar com seu novo Kimchi Ramen com 40 bilhões de bactérias de ácido láctico.

Lançado em 23 de novembro, esta sopa picante espera lucrar com a popularidade selvagem de outros produtos japoneses ricos em bactérias de ácido láctico no passado. Eles também estão dando um passo adiante, fornecendo uma população estimada de bactérias no rótulo.

É um truque legal, afinal por que dizer que sua comida tem “tais e tais gramas” de um nutriente quando você pode dizer que tem “BILHÕES de moléculas” em vez disso?

No entanto, as pessoas em outros países podem não estar familiarizadas com o apelo das bactérias lácticas que parecem deixar os consumidores japoneses loucos.

Pesquisa sobre as tais bactérias

Na verdade, nosso testador de sabor P.K Sanjun também não tinha certeza então consultou o site do Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar para saber mais sobre o assunto.

“As bactérias do ácido láctico desempenham um papel na supressão do crescimento de bactérias nocivas como a E. coli no intestino e equilibra os níveis de bactérias intestinais. Diz-se que não só melhora os movimentos intestinais, mas também reduz o colesterol e aumenta a imunidade contra o câncer…”

Parece ótimo, mas também há a questão se 40 bilhões de bactérias são realmente muito, considerando que são microscópicas. Então, para esclarecer, Meisei escreveu na embalagem que uma tigela de seu novo Ramen tem a mesma quantidade de bactérias de ácido láctico que 50 xícaras de iogurte.


Leia mais:


O teste

P.K ficou intrigado com o sabor de um ramen infectado por bactérias, então ele pagou preço de 230 ienes e começou a ferver um pouco de água. O conteúdo era surpreendentemente semelhante a um kit regular de macarrão instantâneo com macarrão seco, coberturas e molhos. Nenhum pacote pulsante de 40 milhões de bactérias, nem nada que sugira isso.

Depois de concluído, ainda não havia nada que diferencie isso de uma tigela comum de ramen de Kimchi. Mesmo que as bactérias sejam invisíveis a olho nu, muitas em um espaço tão pequeno fariam sua presença conhecida de alguma forma, não é?

Mesmo enquanto comia, não havia nada de diferente sobre este ramen. Estava gostoso, mas bem perto de outros, nada fora do comum.

Ainda assim, enquanto comia, P.K sabia que estava pegando um monte de bactérias saudáveis, e isso o motivou a continuar comendo. Ele até bebeu a última gota do caldo!

Em suma, não foi nada incrível. Embora você possa dizer que este produto não é sobre sabor, mas os benefícios a saúde, não pude deixar de pensar que você poderia obter o mesmo resultado em uma simples garrafinha de yakult 400.

 

Fonte: soranews24.com

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link