Uma esposa japonesa faz uma lista de motivos para não matar o seu marido

Estamos sempre acostumados com a imagem da esposa japonesa obediente e uma cuidadosa mãe. Entretanto, não é bem assim. Isso foi comprovado por um esposa que fez uma lista de motivos para não matar o seu marido.

Esperamos que ela sempre consiga aumentar essa lista e a não cometer o ato de fato.

A lista da esposa japonesa para não executar o seu marido

Muitas vezes pode ser raro alguém reconhecer os feitos do outro. Ainda mais quando se mora junto, pode ser que seja mais difícil reconhecer os esforços de alguém.

Entretanto, para a surpresa deste marido, ele encontrou uma lista com tudo o que ele fazia. Na lista estavam destacados itens como brincar com a filha e até mesmo comprar chá.

O que parecia ser uma lista de reconhecimento, na verdade, era uma lista com motivos para a esposa dele não mata-lo. Tudo o que ele fazia de acerto servia somente como um motivo para ela não perder a linha a acabar agredindo ele até ele morrer.

Essa situação ficou muito famosa no Twitter no Japão há algum tempo. Mas, o melhor de tudo, é que isso levou o casal a ter mais conversas. Dessa maneira, a lista realmente se tornou uma lista de reconhecimento e a mulher não chegou a matar o seu marido.

O esposo ficou muito surpreso quando descobriu o real motivo daquela lista. Isto fez com ele devesse alguns de seus atos parando para dar mais atenção a sua esposa. E também tentando compreender a situação na qual ela se encontrava.

Ufa, ainda bem que ele achou a lista a tempo! E também, toda essa situação, trouxe um aprendizado de que muitas vezes é melhor para as coisas boas que uma pessoa faz do que para as ruins. Afinal de contas, todos nós sempre damos uma “pisada na bola”.


Leia também;


A vida de uma esposa japonesa não é fácil

Por mais que isso não justifique a vontade de uma esposa quer matar o seu marido, é fundamental saber que boa parte das mulheres japonesas sofrem muito dentro de um casamento.

Isso acontece porque elas precisam seguir uma série de regras. Além disso, são as responsáveis por administrar a casa  e cuidar da educação dos filhos.

Enquanto aos homens, caberia trabalhar e levar o dinheiro para casa. É até mesmo comum que os homens tenham outras relações fora do casamento ou que gastem uma parte de seus salários bebendo.

Tudo isso é socialmente permitido no Japão se os esposos entregarem boa parte de seus salários para as mulheres fazerem as compras necessárias para a casa.

Assim, além de muitas mulheres trabalhares foram de suas casa, possuem muitas tarefas dentro de seus lares. Tendo de cuidar de tudo enquanto o homem é aquele que pode ter uma certa diversão que é tolerada pela sociedade.

Por mais que existam transformações dentro dos casamentos japoneses, boa parte deles ainda funciona dessa maneira.

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link