Shogi: o xadrez japonês inspirado em mercenários e é muito divertido

Shogi é conhecido mundialmente como o xadrez japonês.

banner-loja

Entretanto, ele possui algumas diferenças que são muito peculiares em relação ao xadrez ocidental com o qual estamos mais acostumados.

Shogi é muito relacionado ao xadrez por possuir uma lógica semelhante ao do xadrez, mas no japonês, é permitido que as peças capturadas sejam devolvidas ao tabuleiro pelo jogador que as capturou. Especula-se que esta regra de queda foi inventada no século 15 e possivelmente conectada à prática dos mercenários do século 15 trocando de lealdade quando capturados em vez de mortos.

Assim, podemos dizer que é um jogo que também possui como uma de suas inspirações os mercenários. Entretanto, as peças não trazem mercenários, na verdade, o significado e a hierarquia delas é muito semelhante ao do xadrez ocidental.

Qual a estrutura do xadrez japonês?

Esse xadrez é feito para se jogar com duas pessoas.

E essas são as peças que cada jogador terá a sua disposição:

  • 1 rei
  • 1 torre
  • 1 bispo
  • 2 generais de ouro
  • 2 generais de prata
  • 2 cavaleiros
  • 2 lanças
  • 9 peões

Mas, esses nomes não necessariamente possuem o mesmo significado dos kanji que estão nas peças. Na verdade, esses nomes foram dados para que ficassem com maior equivalência com o xadrez ocidental.

Assim, cada peça tem seu nome escrito em sua superfície na forma de dois kanji, geralmente em tinta preta. No verso de cada peça, além do rei e do general de ouro, há um ou dois outros personagens, em conjuntos amadores, geralmente em cores diferentes (geralmente vermelho); este lado é virado para cima durante o jogo para indicar que a peça foi promovida.

Confira aqui como eles podem ser promovidos:

  • Torre pode virar dragão
  • Bispo pode virar um cavalo
  • General de prata pode virar um geral promovido
  • Cavaleiro pode virar um cavaleiro promovido
  • Lança pode ser promovida para lança promovida
  • Peão também pode ser um peão promovido chamado tokin

Cada uma dessas peças possui uma certa habilidade para o seu jogo.


Leia também:


Como jogar o xadrez japonês?

Shogi é um jogo onde dois jogadores tentam enganar um ao outro movendo as peças estrategicamente para capturar o rei adversário.

De acordo com o site Mart Local, para fazer isso, você deve forçar o rei do oponente a dar um xeque -mate , o que significa que não há movimentos elegíveis restantes para o rei escapar de ser capturado. Você então dirá “詰み” ( tsumi ; xeque-mate) e o jogo terminará com sua vitória.

Se o rei puder ser capturado no próximo turno se não se mover, é chamado de “ xeque ”. Um cheque não precisa ser anunciado verbalmente no jogo. No entanto, se você optar por fazê-lo, poderá dizer “王手” oute ).

O jogo também pode terminar de outras maneiras. Se as posições de xadrez idênticas ocorrerem por quatro turnos consecutivos, o jogo termina empatado.

Se ocorrer um xeque sem fim por quatro turnos consecutivos, em que as mesmas posições das peças de xadrez se repetem, o jogador que xeque o adversário perde o jogo.

Para saber mais, veja esse vídeo e aprenda melhor a como jogar.

Receba GRÁTIS notícias do Japão