3 samurais estrangeiros que eram de Moçambique, Holanda e Inglaterra

Com certeza um dos maiores personagens da história do Japão são os samurais. Entretanto, poucas pessoas sabem que houve aqueles que tinham essa patente mas eram estrangeiros.

Assim, vamos apresentar neste artigo 3 destes samurais estrangeiros e qual foi a história deles. Houve muitos outros além desses. Mas, esses foram selecionados por não serem da região da Ásia e sim da Europa e da África.

Os samurais estrangeiros no Japão

A lista apresentada a seguir leva em conta os samurais que viveram durante o regime Tokugawa no Japão. Além disso, todos eles nasceram em outros países e já tinham outras profissões antes de chegaram a terra do sol nascente.

Os estrangeiros que foram autorizados a carregarem duas espadas são tidos também como samurais. Assim, houve um senhor que os autorizou a essa patente para que eles o protegessem.

1. Samurais estrangeiros: Yayosu (Jan Joosten van Lodenstejin)

Jan Joosten nasceu em 1556 e morreu no ano de 1623. Ele foi um dos primeiros holandeses a chegar ao Japão. Entretanto, assim que chegou já foi preso. Mas não devemos compreender a sua prisão como nos moldes contemporâneos. Ele ficou preso no país e proibido de voltar para onde nasceu.

Assim, tornou-se também um intermediário entre os negociantes holandeses e o shogunato japonês. Entretanto,não exerceu somente essa função, mas por ter ficado no país, ganhou o direito de ter uma esposa japonesa. Ao atuar tanto no comércio como já se estabelecendo na hoje capital Tóquio, também pode usar as duas espadas.

Esteve entre as fileiras de hatamoto, ou seja, aqueles que respondiam diretamente ao shogunato Tokugawa.


Leia também


2. Samurais estrangeiros: Yasuke

Yasuke talvez seja um dos samurais estrangeiros mais conhecidos. Isso porque ele também desperta muita curiosidade por ser um samurai africano. Entretanto, não se tem certeza de qual a sua origem, mas acredita-se que nasceu em Moçambique.

Yasuke nasceu em 1555 e morreu no ano de 1590. Ele chegou ao Japão como escravo de uma expedição jesuíta. Assim, ele serviu ao guerreiro Oba Nobunaga entre os anos de 1581 a 1582. Sua relação com o senhor começou quando ele despertou interesse por conta de sua cor.

Não se sabe muito sobre sua história, mas sim que rapidamente ele começou a fazer parte da casta dos samurais. Por conta disso, ficou alocado no castelo de Azuchi.

3. Samurais estrangeiros: Miura Anjin (William Adams)

 

Miura Anjin nasceu na Inglaterra e era um navegador. Ele nasceu no ano de 1564 e morreu em 1620. Além disso, ele foi o primeiro inglês a chegar ao país.

Por ter se tornado um intérprete para os comércios, logo caiu nas graças do shogun. Além disso, mesmo tendo família na Inglaterra, foi proibido de voltar.

Mas, por conta de sua importância acabou sendo premiado com duas espadas e sendo promovido a samurai. Nunca mais voltou para casa e tornou-se fundamental no comércio exterior japonês.

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link